DicasLinuxNoticiasSegurançaWindows

2015 e a tecnologia

Reconhecimento de voz e formas de pagamento inteligentetendencias2015s estão entre as principais tecnologias para o próximo ano.

O ano de 2015 promete novidades tecnológicas e com custos cada vez mais acessíveis para os brasileiros. Segundo Cláudio Boghi, professor do curso de Sistema de Informação da Anhembi Morumbi, dentre as infinitas possibilidades que são lançadas a cada momento, é possível destacar tendências fortes e dominantes.

“A chave de casa via biometria já está inserida em novos projetos arquitetônicos. No caixa eletrônico, o acesso a documentos também tem sido facilitado, assim como aplicativos para medir pressão arterial e batimentos cardíacos, que têm ficado mais acessíveis e com modernidades que cabem no bolso”, diz ele.

Confira as tendências para 2015, listadas pelo especialista:

Ambiente Empresarial
No ambiente empresarial duas tendências estarão fortes. A primeira apresenta alto investimento na infraestrutura para suportar os sistemas que já estão implantados. Já a segunda, o aumento de softwares que serão desenvolvidos para dar suporte aos novos modelos de negócios que as empresas irão implantar para atrair mais clientes, fornecedores e parceiros.

Mobilidade
Os smartphones com acesso a web já dominavam e continuarão na lista de produtos tecnológicos mais vendidos, só que, com mais rapidez e capacidade de memória para a interação em tempo real com vários aplicativos simultaneamente interligados. Teremos ainda mais sedimentado o crescimento exponencial de pagamentos realizados via smartphones, em bares, cafés, restaurantes e salões de beleza, entre outros. Sendo assim, 2015 contará com a popularização e o aperfeiçoamento desta forma de pagamento.

Além disso, os smartphones também serão os aliados para a prática de atividades holísticas, terapêuticas e complementares, com atendimentos de terapeutas em tempo real e com a disponibilidade de aplicativos neste segmento que favoreçam o equilíbrio e a qualidade de vida. Inclusive, a tradicional atividade física, também terá sua atuação ampliada com seus profissionais, que de forma personalizada, darão orientações. E mesmo em casos independentes, também será possível obter por parte do aparelho o controle da quantidade de passos, número de caminhadas, entre outras práticas que favoreçam a conquista de metas diárias. Na área da saúde também será possível medir a pressão arterial, os batimentos cardíacos, a diabetes e a temperatura corpórea.

O smartphone terá sua atuação cada vez mais ampliada a ponto de se tornar um parceiro indispensável mesmo para as atividades mais corriqueiras, como é o caso de abrir fechaduras, portões eletrônicos e até mesmo para trocar o canal da TV. “E isso já pode ser percebido nos recentes projetos no ramo imobiliário que já incluiu este aparelho para acionar e enviar comandos personalizados”, ressalta Boghi. Essa tendência é conhecida como Internet das Coisas.

Internet das Coisas
Uma área muito promissora, pois está revolucionando o conceito da internet, por meio, da proposta de conectar objetos do nosso dia a dia com rede mundial de computadores. Na indústria automobilística, onde os veículos já possuem muita interação com a internet, os motoristas irão receber informações sobre troca de óleo ou para calibrar os pneus pelo smartphone ou no seu computador via comando de voz. Já no ambiente doméstico, a geladeira conectada à internet irá oferecer interação com o aplicativo do smartphone para receber informações dos produtos que estão faltando na hora das compras.

Computação em Nuvem
O acesso e a manipulação de dados, principalmente aqueles imprescindíveis para as tomadas de decisões, serão ainda mais ampliados para que a restrição seja a mínima possível. Atualmente, é possível de qualquer aparelho e lugar, acessar arquivos graças ao cloud computing. São vídeos conferências, pesquisas, imagens, documentos diversos, acessados, modificados ou compartilhados com maior facilidade. Documentos pessoais ou profissionais serão facilitados com a disponibilização de aplicativos como Office para smartphones, tanto para ambientes domésticos como empresarial.

Games
Na área do entretenimento, o crescimento dos aplicativos de games se multiplica a cada dia, inclusive como forma de suporte e incentivo à área educacional. A popularização dos jogos 3D com tela touch permitirá agora, uma interação ainda mais inovadora com o smartphone sem mesmo precisar tocá-lo, como é o caso do aparelho Kinect da linha XBox.

Segurança
O próximo ano será também o ano da biometria em larga escala, que ganhará ainda mais força para a segurança e reconhecimento de dados. Com isso, os aplicativos de reconhecimento de voz também estão em evidência.

Impressora 3D
Apesar do seu alto custo no mercado, as impressoras 3D serão uma forte aposta para as empresas, principalmente a de pequeno e médio porte, pois o preço estará mais acessível e seu uso mais abrangente e popularizado.

GPS – Trânsito
Cada vez mais, aplicativos para trânsito com o uso de GPS serão mais precisos em termos de voz, imagem e interação com produtos e serviços que estejam disponíveis na rota traçada, principalmente os utilizados em casos de emergência.

Televisão 4K
O nome e termo referem-se à garantia de uma definição quatro vezes maior (3840 × 2160 pixels) do que a Full HD, já presente em diversos modelos. Alguns pontos positivos são: o acesso a internet, o recurso 3D e uma imagem com definição aperfeiçoada.

Contactless (Cartões inteligentes sem contato)
Essa tecnologia tende a ser muito forte em 2015, pois as compras de produtos serão mais práticas e seguras. O pagamento é simples, basta aproximar o seu cartão em uma máquina de débito ou crédito, validar com o uso da biometria e está feito. A vantagem é a agilidade e a facilidade nas compras.

Big Data
É um conjunto de tecnologias para maior velocidade e grande armazenamento de dados. Na prática, esta tecnologia permite analisar qualquer tipo de informação digital em tempo real. Será muito útil para empresas que trabalham com um volume grande de dados não estruturados para tomada de decisão.

EAD
A educação a distância continuará em crescimento nos próximos anos. O diferencial está no preço da mensalidade, que chega a ser quatro vezes mais barato do que um curso presencial. A modalidade ganhou força com a popularização da banda larga no país e agora uma nova geração de pessoas “nascidas em um ambiente 100% digital” abre novas perspectivas.

 

Fonte: Cio.com.br – 28/10/2014