NoticiasWindows

Microsoft tem sorrateiramente roubado clientes de outras marcas

A Microsoft informou que as vendas de dispositivos com Windows Phone foram maiores que as de iPhone em 24 mercados. O período em questão apontado pela fabricante de Seattle é o terceiro trimestre de 2013. As informações são da IDC.

“No terceiro trimestre deste ano, de acordo com a IDC, o Windows Phone reforçou a sua posição como um três principais sistemas operacionais para smartphones e foi a plataforma que mais cresceu entre os principais SO, com ganho de 156% ano-sobre-ano”, afirmou um porta-voz da companhia de Seattle ao site The NextWeb. “O Windows Phone é o sistema operacional número dois para smartphones em 14 mercados, e vendeu mais unidades do que o iPhone em 24 mercados na Q3″.

É interessante notar que o terceiro trimestre de 2013 é o mais recente avaliado pela IDC, e o Windows Phone foi o terceiro na classificação geral, com 3,6% de participação. O iOS da Apple teve mais de três vezes a participação da Microsoft, com 12,9%, enquanto o Android, do Google, tinha 22,5 vezes maior fatia do bolo que a companhia de Seattle.

O verdadeiro teste, no entanto, será o último trimestre de 2013, que inclui a temporada de férias e as festividades de Natal. Se neste caso for notado crescimento novamente, teremos uma tendência clara de que a Microsoft está navegando mais forte no setor, o que pode causar rupturas.

Os 24 países que tiveram vendas maiores que o iPhone são: Argentina, África do Sul, Ucrânia, Polônia, Croácia, Chile, Colômbia, República Tcheca, Egito, Equador, Finlândia, Grécia, Hungria, Itália, Quênia, Kuwait, Malásia, México, Nigéria, Paquistão, Peru, Arábia Saudita, Tailândia e Vietnã.

Aliás, a Nokia controla cerca de 90% do mercado de Windows Phone 8, com o Lumia 520 dominando 35% dessa participação.

A Forrester Research também embasou o crescimento da plataforma da Microsoft entre os usuários de smartphones. Avaliando as três principais concorrentes no mercado (Apple, Samsung e Microsoft/ Nokia), a companhia de pesquisas afirmou que enquanto Apple e Samsung disputam o espaço entre os milênios e gastam muito esforço no duelo, a Microsoft tem sorrateiramente roubado clientes de outras marcas, por ser uma plataforma que atravessa diferentes gerações de consumidores.

Fonte