DicasNoticiasSegurançaWindows

Vírus com resgates. O que é, e o que fazer

tesla

 

 

 

 

 

Há poucos dias o vírus Ransomware infectou uma empresa que nos procurou. O ransomware é um vírus que criptografa documentos armazenados no PC infectado, seguido de uma comunicação com pedido de resgate para a sua descodificação. O vírus geralmente chega por e-mail com diferentes temas e textos de contatos conhecidos.

Na versão mais recente do vírus o e-mail não possui apenas a data de envio e um anexo que contém um arquivo que executa o script e, se aberto, baixa um script de função e app de inicialização que infecta o PC.

Quem não abre o anexo no e-mail não se expõe a qualquer perigo .

Os arquivos criptografados possuem extensões diversas extenções entre elas .xxx, .TTT e .MICRO.

Nas pastas onde os arquivos que são codificados aparecem arquivos como help_recover_instructions.BMP help_recover_instructions.TXT e onde há informações importantes para continuar a administração da encriptação / desencriptação dos documentos. É solicitado um resgate em bitcoin (moeda virtual).

As versões anteriores desse vírus tinha uma fraqueza criptográfica que permitiram o desenvolvimento de um programa que pode inverter os efeitos da infecção, mas a maioria dos antivírus é capaz de detecta-los.

Se você tiver sido infectado com uma das versões anteriores, não se desespere, eles podem ser decodificados por baixar e usar a ferramenta TeslaDecoder  ou ferramenta .

Se do contrário você está infectado com a nova versão, e se os dados têm um valor significativo, o conselho é  manter arquivos criptografados na esperança de que um dia ainda vamos poder decifrá-los.

Abaixo imagem com o texto onde é solicitada o resgate em bitcoin.

virus 03

 

Então está tudo perdido?!

Embora muitos não sabem sobre isso, uma boa chance de recuperação de dados é usar o recurso chamado Shadow Copy, usado nas versões do Windows para versões desktop e servidor.

Esta técnica é ineficaz em PCs infectados, pois o vírus é capaz de desabilitar localmente, podendo ter alguma chanche em arquivos compartilhados em rede e PCs não infectados.

Infelizmente, os analistas de sistemas  subestimam a ativação desta função importante, especialmente nos servidores de documentos, devido ao consumo de espaço!

virus 01

 

Pergunte a si mesmo na próxima vez,  por que há tanta diferença entre contratos de TI e de um TI para outro?

Pequeno manual para interceptar spam, possíveis vírus, ransomware no e-mail:

Não se apresse em abrir um e-mail,

NUNCA  CLIQUE NO LINK Se não estiver claro

NÃO BAIXAR  anexos ESTRANHOS

Quando ficar dúvida, “NÃO TENTE” abrir o e-mail sem observar TODAS as seguintes características:

– O remetente é confiável e conhecido?

– O assunto ou no corpo da mensagem faz sentido, no que diz respeito ao seu trabalho e aos negócios da sua empresa?

– O corpo da mensagem é bem estruturado e completo com todos os dados?

– Eventualmente o anexo mostra um nome claro é relevante com o assunto?

– Não confie em e-mail estranhos (até mesmo por pessoas conhecidas) que vêm de ambientes sociais, como o Facebook, WhatsApp etc ..

– Você tem atividades com quem lhe enviou o e-mail?

Finalmente, se você realmente acha que o e-mail pode ter uma certa confiabilidade:

– Entrar em contato com o remetente do e-mail (via telefone ou e-mail) e pedir para verificação.

– Verificar o arquivo anexado (sem abri-lo) em com antivírus atualizado .